Vim de bike

E já no final da conversa ela disse assim: “Pode ficar tranquilo que vamos continuar fazendo as vitrines e adesivos com eles, Ivan. Mas queremos que os layouts continuem sendo feitos por você”. O ano era 2004. Eles era a 3 Artes, empresa de comunicação visual, emprego do qual eu estava me desligando naquele momento para trabalhar em uma agência, que era meu sonho. Ela era a Ana Teresa Hansted, fundadora da Th Bike, grife e loja de moda infantil.

Para ficar mais fácil de entender: um dos clientes da 3 Artes Comunicação Visual era a Th Bike e eu trabalhava lá desenvolvendo layouts para os mais diversos tipos de negócios, de pipoqueiro até multinacional com atuação global. O foco da empresa era (e ainda é) a venda de materiais e serviços, como adesivos, lonas, fachadas etc. Meu trabalho funcionava como um dos meios de viabilizar a venda dessas peças. Entre tantos clientes, um dos quais uma relação mais próxima se estabeleceu foi a Th Bike. Acredito que isso tenha acontecido em partes pelo trabalho que era entregue, mas também por um alinhamento de valores e ideias com as proprietárias — Ana Teresa e sua irmã Ana Cristina — e também com a equipe. Em outras palavras, a gente se deu muito bem em muito pouco tempo.

Mas por que falar disso tudo agora? É porque na semana passada fiquei sabendo pelas redes sociais que a Ana e a Cris estão encerrando a sua trajetória na Th Bike, neste ano em que a marca está completando 30 anos de história. Embora o primeiro sentimento tenha sido de uma certa tristeza, logo isto se transformou em alegria. Primeiro porque a Th Bike — sob a liderança de outras pessoas — continuará escrevendo novas páginas de sua linda história. Segundo porque tenho certeza absoluta que — embora deva ter sido uma decisão muito difícil de ser tomada — ela foi uma escolha da Ana e da Cris e elas merecem conquistar tudo aquilo que desejam.

A Th Bike e as pessoas que fazem parte dessa história têm um papel muito importante na minha história. Posso dizer que foi com a Th Bike — com aquele pedido para eu continuar criando os layouts — que o meu lado empreendedor floresceu e, de alguma forma, que a Sim Propaganda nasceu. Segui por muitos anos criando campanhas, vitrines, postais, adesivos, displays, folders e até algumas estampas. Primeiramente como freelancer e depois já com minha própria agência.

Eu fazia vitrines para a Th Bike, e a Th Bike também foi uma vitrine para mim.

Com este texto, quero deixar registrada minha eterna gratidão à Ana e à Cris. Além do enorme aprendizado que tive, elas sempre foram muito generosas comigo, indicando o meu trabalho para tantas pessoas. Foi por meio da Th Bike que conheci, por exemplo, o pessoal da Lagoa Bonita Sementes, cliente da Sim Propaganda desde 2007. Já são mais de 13 anos de uma parceria constante. E assim foi com tantas outras empresas e profissionais.

Dos anos em que trabalhei com a Th Bike ficarão em meu coração lindas lembranças, um carinho enorme e uma gratidão eterna. Da Gama, da banda Cidade Negra, escreveu: você não sabe o quanto eu caminhei pra chegar até aqui. Eu posso dizer que não caminhei: vim de bike.

Ivan Malusá Romanini
Ivan Malusá Romanini
Adiciona Ivan à sua rede de contatos.