Criação de identidade de marca (e muito mais) para taphouse

“Estou iniciando a abertura de meu negócio e gostaria de saber como funciona o serviço de criação de marca e identidade visual. Estou ainda em fase de decisão do nome, gostaria de saber se também auxiliam para avaliação e decisão do nome”.

Recebemos este e-mail de um casal que tinha suas carreiras muito bem sucedidas em duas grandes multinacionais de atuação global situadas na cidade de São Paulo e que desejava retornar para o interior do estado e realizar um sonho: abrir um bar de cervejas especiais. Eles são sommeliers de cerveja e decidiram transformar o prazer em negócio.

Logo de cara houve uma conexão bacana entre nós. Tivemos algumas reuniões iniciais que foram muito além de uma proposta comercial; já estávamos falando de um projeto de vida: a vida de duas pessoas que iriam depositar — literalmente — todos os seus recursos naquele projeto, o que aumentava ainda mais o nosso senso de responsabilidade enquanto agência de publicidade. E assim, foi. Oficializamos a parceria e começamos a trabalhar.

Depois de algumas opções de nomes que os clientes haviam sinalizado, pensamos que seria necessário algo mais marcante. Não poderíamos ser apenas mais um bar, precisaríamos ser únicos: ter conceito, identidade, surpreender. Criamos então a Em nome do Malte – Tap House, um bar que oferece cervejas divinas para se beber de joelhos. Um bar que não tem clientes, tem fiéis. Um bar que se dirige ao público como “irmãos e irmãs”. Um bar em que você amarra uma fitinha no portão para nunca faltar cerveja boa em sua vida. Um bar que tem uma história interessante para contar.

Passamos a uma segunda etapa em que participamos também da definição do cardápio, formação de preços, desenvolvimento de logotipo, uniforme, peças de decoração, postagens em mídias sociais, relacionamento com influenciadores etc. Esta relação tão próxima e honesta entre cliente e agência também permitiu que indicássemos o que enxergamos como pontos de melhoria antes da inauguração do estabelecimento, afinal, todos tínhamos um objetivo comum: fazer o negócio dar certo. E é assim que o marketing deve trabalhar: olhando para todas as variáveis envolvidas, definindo estratégias e as colocando em prática, sempre respeitando os investimentos do cliente.

Outros cases.